Diretor de “Salve Jorge” comenta sobre os erros e acertos da novela

Em entrevista ao jornal O Dia, Marcos Schechtman, diretor-geral de “Salve Jorge”, falou sobre os erros e acertos da novela.

Sobre as críticas quanto ao realismo, ele disse que isso é um guarda-chuva enorme. “Sob certos aspectos, Avenida Brasil também não era realista”, rebateu sobre comparação com a antiga atração da rede Globo. Ele elogiou as cenas de ação da novela e revelou que acha que serão indicados ao Emmy.

Segundo o diretor, ninguém passou indiferente em “Salve Jorge”. Ele salientou que colocaram como protagonista uma mulher realmente com cara de comunidade – se referindo a Nanda Costa (Morena).  Sobre a falta da cena da Jéssica (Carolina Dieckmann) sendo estuprada, ele afirma que nunca houve a cena de estupro, e  sim segundos a mais daquilo que foi ao ar. As grandes surpresas da novela, para Marcos Schechtman, são Thammy (Miranda), Tiago Abravanel, Claudia (Raia), que, segundo ele, as pessoas não entenderam que esses personagens viviam em uma redoma e iriam ter uma grande virada.  Schechtman também destaca Totia (Meirelles) e Paloma Bernardi (Rosângela).

Restam apenas 13 capítulos para Schechtman dirigir e editar a trama. O último capítulo da novela de Gloria Perez será exibido no dia 17 de maio.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s