Globo passa por cima de regulamento do Campeonato Carioca

No último final de semana, ficaram definidas as semifinais da Taça Rio, segundo turno do https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/241300bb1349d94a2c634535b6432b42.jpgCampeonato Carioca.

Segundo a FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro), por terem terminado com mais pontos na competição, Botafogo e Resende deveriam se enfrentar no próximo domingo (28). Porém, mesmo somando menos, Fluminense e Volta Redonda é que vão duelar neste dia. O regulamento previa que o cruzamento com mais pontos acontecesse depois, mas a federação inverteu a tabela.

Como nossas leis são recheadas de brecha, no Campeonato Carioca não é diferente. No próprio regulamento já dão a deixa, onde dizem que qualquer jogo pode ser antecipado, adiado ou adequado à programação da televisão detentora dos direitos.

Não é a primeira vez que a Globo mexe seus pauzinhos para que “seja feita a sua vontade”. Até que ponto isso é saudável? E até que ponto uma rede de televisão pode mandar tanto em um esporte que é uma paixão nacional, símbolo do país?

Há alguns dias, quando seriam definidas as datas da Taça Libertadores, a Globo mesmo não sendo a principal detentora, que no caso é o Fox Sports, bateu o pé e quis porque quis que o Corinthians jogasse nos dias 1 e 15 de maio, ambas as partidas na quarta-feira, contra o Boca Juniors, da Argentina. A emissora carioca não fez questão que nenhum outro clube brasileiro atuasse nessa data.

A tabela saiu como ela pediu, embora a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) tenha errado em um jogo do Palmeiras, por exemplo. Na primeira lista divulgada, a equipe de Palestra Itália jogaria no dia 26 de abril contra o Tijuana no México e posteriormente no domingo (28) uma quarta-de-final de Campeonato Paulista, contra o Santos. Surreal. Logo, a pedido da direção palestrina, houve a alteração das datas das partidas para os dias 30/04 e 14/05, ambos na terça-feira.

A ditadura da maioria existe, e todos nós sabemos que o Corinthians é quem mais dá audiência. Mas, não especificamente nesse caso, é preciso ter bom senso e saber respeitar outras agremiações. Quantas partidas do Palmeiras a Globo exibiu na Libertadores? Nenhuma. A Copa do Brasil vencida pela mesma equipe no ano passado, só teve um jogo exibido: a final. A partida de ida, com muito custo, a Bandeirantes conseguiu exibir e teve uma ótima audiência para seus padrões: 13 pontos com pico de 19 e um segundo lugar com momentos de primeiro.

Voltando a falar do Campeonato Carioca: favorecimento estapafúrdio que revoltou a torcida do Botafogo. É difícil agradar gregos e troianos, mas o bom senso poderia ter prevalecido e ela não ter se metido no regulamento. A torcida do Fluminense iria aceitar, por já contar com isso, e a audiência não iria oscilar a ponto de se preocupar em perder a ponta no Ibope.

Trocando em miúdos, Botafogo x Resende seria no próximo domingo (29) às 16h e Fluminense x Volta Redonda às 18h30 de sábado (27), mas as partidas foram invertidas em função da intervenção da TV Globo.

Repito: até que ponto essa interferência no futebol pode ser vista de maneira “saudável” e “comercial” sem que os torcedores de outros times se sintam desrespeitados?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s