Beatriz Segall, eterna Odete Roitman, critica a vilã Carminha

"todo mundo quer ser Odete Roitman"

“todo mundo quer ser Odete Roitman”

Considerada a intérprete da melhor vilã em novelas, Beatriz Segall, que imortalizou Odete Roitman (“Vale Tudo”, 1989) na dramaturgia brasileira, não aprovou a vilã Carminha de “Avenida Brasil”, exibida pela Globo no ano passado.

“Aquela menina [Adriana Esteves] fez um esforço grande, mas o problema é que todo mundo quer ser Odete Roitman”, disparou Beatriz, longe da telinha desde uma participação em “Lado a Lado”.

“’Vale tudo’ teve uma influência enorme no impeachment de Fernando Collor. Foi a primeira novela a mostrar a corrupção e falar verdades sobre o Brasil. Quando o Collor pediu para as pessoas saírem de branco às ruas, liguei para o Ferreira Gullar e disse que iria de preto. E ele: ‘você é a terceira pessoa que teve esta ideia”, lembrou a veterana.

Beatriz ainda criticou atores da nova geração que seguem a carreira na TV pensando em ser famoso. “No meu tempo, celebridade era coisa séria. A gente procurava ser ator de prestígio. Essa meninada da TV não vai ao teatro, não lê”, criticou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s