No Ar : Paty News Tráfico de Animais

#Patty News – Denuncie, chame a polícia e faça um TC quando souber de algo sobre tráfico de animais #6

Olá internaltas do Televizao! Eu, Paula Silva, estou aqui novamente para apresentar mais uma edição da minha coluna, “Patty News.

Vamos ao que interessa. Na edição do hoje escolhi um tema bem curioso, Tráfico de Animais:

De acordo com agentes fiscalizadores, os animais no Brasil são retirados principalmente dos Estados da Bahia, Piauí, Pernambuco, Maranhão, Paraíba e Ceará. Os principais centros consumidores são os Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Aproximadamente 90% dos animais capturados no Brasil são comercializados no próprio território nacional.

Os animais, depois de capturados, são submetidos a várias práticas agressivas durante o transporte para os centros consumidores, o papagaio é sedado e escondido em tubos de PVC no fundo de uma mala, as cobras são presas em meias de nylon, vários animais são covardemente dopados.

O tráfico de animais contribui bastante para o desequilíbrio ecológico, havendo uma mudança drástica na cadeia alimentar, além de reduzir de forma considerável a biodiversidade de um determinado ambiente. Mas o que é pior, muitos animais não sobrevivem durante o transporte, outros não se adaptam à “prisão” que o homem lhes impõe, causando a morte da maioria desses animais.

Mas os problemas dessa prática atingem também os seres humanos, pois micro-organismos presentes nos animais silvestres podem causar o surgimento de doenças e sua disseminação entre a população.

Portanto, o tráfico de animais é um ato ganancioso, com consequências drásticas para os animais silvestres e os animais ditos “racionais” que participam desse crime à vida.

O tráfico de animais é configurado pela retirada de animais de seus habitats naturais e destinados à comercialização. Os destinos desses animais são zoológicos, colecionadores, laboratórios para fabricação de medicamentos, ou mortos, como a onça-pintada e jacarés, para terem suas peles ou outras partes do corpo retiradas e vendidas.

Um dos mais lucrativos comércios ilegais do mundo é o tráfico de animais, que movimenta aproximadamente 20 bilhões de dólares por ano, sendo a terceira atividade clandestina que mais gera dinheiro, ficando atrás do tráfico de drogas e armas.

Conforme a ONG (Organização Não Governamental) Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, no Brasil, cerca de 38 milhões de animais são retirados de seus habitats naturais anualmente, sendo aproximadamente 12 milhões de espécimes distintas.

Mas… Como funciona o tráfico de animais ?
O tráfico de animais era prática muito comum nas Américas, quando na época do descobrimento. Nos séculos 15 e 16, os navegadores portugueses e espanhóis levavam todos os tipos de animais que encontrassem para a Europa. Pássaros tropicais de plumagem exuberante eram luxos que brilhavam nas cortes daquele tempo.

Infelizmente o ator de traficar animais é a terceira maior atividade ilícita no mundo, depois apenas do tráfico de drogas e armas. Estima-se que este mercado movimente algo em torno de 20 bilhões de dólares por ano. O Brasil concentra 10% deste movimento, com 2 bilhões de dólares por ano. Uma conjunção de fatores, como a pobreza e a fraca presença de fiscalização, mantém o País no topo do mercado.

Eu pesquisei e vi que 30% dos brasileiros têm ou já tiveram animais silvestres em casa. Isto significa 54 milhões de pessoas. Um mercado enorme. Papagaios, pássaros cantores e tartarugas estão entre os animais mais vendidos pelo comércio ilegal. As pessoas acreditam ser “normal” ter um papagaio dentro de casa. A Renctas estima que 60% do tráfico de animais no Brasil abastece o mercado doméstico e 40% é exportado.

O tenso é que a fraca fiscalização é garantia de impunidade. A Renctas atua desde 1999 e publica relatórios sobre o tráfico de animais no Brasil. De acordo com Giovani, “o problema com o tráfico é que além de maltratar os animais, coloca em risco a sobrevivência de várias espécies. Porque um animal retirado de seu habitat não vai gerar mais descendentes. É uma ação que se propaga no futuro ao destruir potenciais gerações”.

Origem dos Animais que Chegam a São Paulo e Nordeste (o maior numero de animais silvestres provém da Bahia):- Galo-de-campina (Paroaria dominicana)- Papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva)

– Azulão (Passerina brissoni)
– Corrupião (Icterus icterus jamacai)
– Canário-da-terra (Sicalis flaveola)
– Pintassilgo-do-Nordeste (Caduelis yarreli)
– Coleirinho-do-nordeste (Sporophila albogularis)
– Patativa-do-sertão (Sporophila falcirostris)
– Pássaro-preto (Gnorimopsar chopi)
– Pixarro (Saltator maximus)
– Sagüi-de-tufo-branco (Calithrix jacu) e tartarugas terrestres.

Centro Oeste
– Pássaro-preto (Gnorimopsar chopi)
– Pixarro (Saltator maximus)
– Canário-da-terra (Sicalis flaveola)
– Azulão (Passerina brissoni)
– Papagaios (diversos)
– Tucanos (diversos) e araras (diversas)

Sul
– Tigre d’água (Trachemys dorbigni dorbigni)
– Saíra-sete-cores (Tangara seledon)
[02/03/2013 20:35:43] paloma pgr: Formas de Comércio
1. Feiras livres e feiras de rolo;
2. Depósitos nas residências dos próprios comerciantes;
3. Depósitos desvinculados da residência do comerciante (forma usada para se livrar de um possível flagrante);
4. Sacoleiros;
5. Aviculturas;
6. Pet shops (que muitas vezes servem como fachada);
7. Residências particulares não caracterizadas como depósitos;
[02/03/2013 20:36:03] paloma pgr: O que Fazer
Você tomou conhecimento de um local ou alguém que vende animais silvestres em sua cidade ou próximo à sua residência:

Eu dou a dica, Nunca compre nenhum animal ilegalmente. Conscientize as pessoas a não comprarem animais silvestres, nativos ou exóticos. Animal não é mercadoria. Vida não tem preço. Se não houver procura não haverá venda;

Se puder, imprima panfletos educacionais e distribua o máximo que puder;

Denuncie, chame a polícia e faça um TC (cite o Art. 32 da Lei Federal de Crimes Ambientais 9.605/98);

Fotografe e/ou filme a captura e o alojamento dos animais; o local em que são expostos e a transação entre comprador e vendedor – provas e documentos são fundamentais para combater transgressões.

Pois, falei… Semana que vem me aguarde, porque você sabe… Eu sempre retorno (=*)
E não se esqueça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s