Por que “Amor à Vida” será um fenômeno do horário nobre

Clipe de Amor à Vida mostra que novela terá bastante ação; convidados ficaram animados – Foto: Fabrício Falcheti/NaTelinha

Começa na noite desta segunda-feira (20) a nova novela da TV Globo, “Amor à Vida”, que tem como grande novidade o seu autor, Walcyr Carrasco, estreante na faixa das nove. Não faltam motivos para apostar no sucesso que será este novo folhetim.

O primeiro se deve ao fato da novela estar substituindo o maior fracasso – não só em audiência, a mais baixa das 21h, como também nas críticas – da história do horário, “Salve Jorge”. Substituir algo que não deu certo pode servir de trampolim para “Amor à Vida” largar bem. Mas não é só isso.

Ajuda também o fato do novelista já ter passado, ao longo de pouco mais que 10 anos, pelas outras duas faixas de novelas da Globo, escrevendo, em todas, produçõesmemoráveis.

Nas 18h, Walcyr Carrasco assinou duas das tramas de maior audiência do horário na última década. “Chocolate com Pimenta” teve 35 pontos de média-geral e “Alma Gêmea” registrou 39. Ele ainda supervisionou “O Profeta”, de Duca Rachid e Thelma Guedes, que conseguiu 33 pontos.  

Às 19h, esteve sempre na meta de audiência estabelecida pela emissora. Escreveu “Sete Pecados”, 30 de média-geral, “Caras e Bocas”, 31 de média, e “Morde e Assopra”, 30 pontos.

Muitos disseram que Walcyr não daria certo na mudança de horário das 18h para as 19h, e esses mesmos tantos afirmam haver o risco dele não se adaptar ao horário das 21h. Ledo engano.

O clipe de “Amor à Vida” apresentado à imprensa mostra que a novela tem todos os artifícios para se tornar um dos maiores sucessos da história do horário nobre, batendo até “Avenida Brasil”, fenômeno de críticas.

Será coisa de cinema.O primeiro capítulo, que será exibido nesta segunda (20), vai fazer o que há muito tempo se afirma ser o único caminho hoje em dia para conquistar o público e fazê-lo acompanhar toda uma trama: mexer de forma intensa com o telespectador.

Neste começo, Paloma (Paola Oliveira) vai passar na faculdade de medicina, conhecer Ninho (Juliano Cazarré), fugir com ele pelo mundo, engravidar e ter o bebê roubado pelo próprio irmão, Félix (Mateus Solano). Enquanto isso, Bruno (Malvino Salvador) vai ver sua esposa, Luana (Gabriela Duarte), e seu filho recém-nascido morrerem ainda em trabalho de parto. Depois, o rapaz achará a criança “jogada fora” por Félix, conhecerá Paloma e se apaixonará por ela, sem saber que é a mãe de sua filha.

O forte texto de Walcyr Carrasco conseguirá extrair o que de melhor os atores têm a oferecer.

Isso sem falar dos núcleos secundários, mas não menos intensos, que o público também terá acesso já nos primeiros momentos. Por isso, sobram motivos que indiquem sucesso para a novela.

“Amor à Vida” deve tirar o fôlego do público. E é disso que o público gosta. Essa é a fórmula do sucesso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s