Prestes a completar 30 anos, TV Manchete tem história contada em documentário

"Manchete, A TV dos Anos 2000"

“Manchete, A TV dos Anos 2000″

O Documentário “Aconteceu, virou Manchete!” resgata os principais momentos históricos da emissora, que são narrados pelos próprios personagens que lá estiveram. No ano em que a TV Manchete completaria 30 anos, “Aconteceu, virou Manchete!” é o primeiro registro audiovisual sobre a trajetória de uma das maiores redes de televisão do Brasil.

Grandes artistas, como Lucinha Lins, José de Abreu, Tonico Pereira e Bemvindo Sequeira falam com saudades de programas e novelas que marcaram época. Atores como Marcos Winter, lembram-se de como foi alcançar o auge com sucessos com “Pantanal”, que venceu o ibope da Globo ultrapassando os 40 pontos de audiência. Maurício Sherman conta como descobriu Xuxa e Angélica, além da briga com Bloch para iniciar a dramaturgia da emissora.

No jornalismo, marcaram época os telejornais comentados e as coberturas históricas, como a do primeiro carnaval na Marquês de Sapucaí. Nomes como Paulo Stein, Márcio Guedes e Ronaldo Rosas se orgulham dos feitos alcançados nos 16 anos em que a Manchete esteve no ar. Já Alberto Léo fala da experiência em ter trabalhado com João Saldanha e da cobertura das Copas e Olimpíadas, além dos mais variados eventos esportivos transmitidos pela Manchete.

O Documentário “Aconteceu, virou Manchete!” também toca em assuntos polêmicos, como as diversas crises da emissora. A atriz Sandra Pêra, é um exemplo dos muitos profissionais que até hoje vivem uma briga na justiça para receber o que lhes é devido. Curiosidades como a retirada da TV do ar pelo sindicato dos radialistas também são contadas. No entanto, a empresa é vista até hoje com muito saudosismo – das histórias engraçadas do dono Adolpho Bloch até as brigas com a TV Globo na disputa pelo Ibope.

Essas e muitas outras histórias foram gravadas ao longo de meses, sendo entrevistados mais de 30 profissionais das mais diversas áreas. O documentário é uma realização dos estudantes de jornalismo da UERJ, com direção de Fernando Borges, mas acabou tendo a colaboração de muitos ex-profissionais da Manchete, que viram no documentário a oportunidade de terem um pouco da “TV de Primeira Classe” de volta. Por conta disso, no dia do aniversário da emissora, 5 de junho (quarta-feira), acontecerá a estreia do documentário, onde o público será formado por profissionais que construíram o sucesso da Rede Manchete. Um desses profissionais foi Luiz Santoro, âncora do “Jornal da Manchete”, que falará antes do filme sobre como foi a experiência de trabalhar na Manchete. O evento será realizado no auditório 91, nono andar da UERJ (campus Maracanã).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s