Globo segue estreitando laços com o público evangélico

A cantora Aline Barros participou do "Estrelas", de Angélica

A cantora Aline Barros participou do “Estrelas”, de Angélica

Historicamente, a Globo nunca deu muito espaço ao segmento Gospel, mesmo com a explosão do gênero no início da década de 2000. Tal tradição, no entanto, parece ter ficado para trás.

Nos últimos anos, a emissora parece ter atentado para o crescimento da fé evangélica e vem realizando festivais (como o “Promessas”, já com duas edições) e até mesmo feiras dedicadas ao gênero, que também passou a ganhar espaço nos programas jornalísticos da Casa.

Por fim, o segmento evangélico tem sido um dos mais lucrativos da Som Livre, gravadora que é braço da Globo e que tem lançado CD’s de nomes como Diante do Trono, Ludmila Ferber, David Quinlan, entre outros.

Agora, de acordo com o colunista Ricardo Feltrin, o próximo passo da Globo seria a pretensão de inserir uma música gospel na trilha sonora de todas as suas novelas, que, por sua vez, têm tido personagens evangélicos, embora ainda controversos e, em sua maioria, caricatos.

A aproximação entre Globo e cristãos se dá no mesmo momento em que Edir Macedo, proprietário da Record, deseja vender a gravadora e a editora ligadas à IURD.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s