Executivo da Record se encontra com presidente da CBF

José Maria Marin, presidente da CBF

Com suas atenções já voltadas para a transmissão exclusiva dos Jogos Pan-Americanos de 2015, a Record pretende estreitar relações com as entidades esportivas, a começar pela CBF.

De acordo com o colunista Flávio Ricco, Douglas Tavolaro, vice-presidente de jornalismo da emissora, fez uma visita pessoal a José Maria Marin, presidente da CBF. A pauta do encontro teria sido a seleção brasileira sub-20, que representará o país no Pan.

Especula-se que a Record deseja transmitir com exclusividade alguns jogos desta seleção ao longo dos próximos meses. Oficialmente, porém, nenhuma das partes se pronunciou sobre o assunto.

Este foi o primeiro encontro amigável entre Record e CBF, instituições que por anos tiveram um ‘relacionamento estremecido’ devido a inúmeras denúncias exclusivas contra a entidade feitas pelo jornalismo da emissora de Edir Macedo na época em que a CBF era dirigida por Ricardo Teixeira.

Debate na Globo fecha em alta e praticamente mantém Ibope do “The Voice”

Candidatos não sabem usar a linguagem corporal para conquistar eleitores como deveriam
O último Debate entre os candidatos à Presidência da República, que foi ao ar na noite desta quinta-feira (02), registrou altos índices de audiência na Globo.

Mediado por William Bonner, o encontro entre os presidenciáveis registrou 21 pontos de média. O desempenho foi superior à soma dos embates apresentados por Record, SBT e Band (com 9, 5 e 5 pontos, respectivamente) no decorrer deste primeiro turno.

Ainda que tenha optado por não exibir o “The Voice Brasil”, uma de suas maiores audiências, para exibir o Debate, a Globo praticamente não perdeu telespectadores. Na quinta-feira passada (25), o reality-show musical havia marcado 22 pontos.

Esses índices são consolidados e são baseados na preferência de um grupo de telespectadores da Grande São Paulo.

Há 13 meses no ar, “Amor à Vida” é a 3ª atração mais vista de Portugal

Em plena reta final, cercada de reviravoltas e acontecimentos importantes, “Amor à Vida”ganhou força e vem se destacando ainda mais nos índices de audiência de Portugal, onde vai ao ar pela SIC.

Há 13 meses no ar, "Amor à Vida" é a 3ª atração mais vista de PortugalNesta quinta-feira (02), dia em que completou 13 meses no ar, a história de Walcyr Carrasco conquistou média de 12,4 pontos, posicionando-se assim como a terceira atração mais vista da televisão portuguesa.

Apenas a novela “Mar Salgado”, também da SIC, e o reality “Secret Story”, da TVI, tiveram índices maiores – 16,2 e 12,7, respectivamente.

“Amor à Vida” conseguiu desbancar com facilidade as novelas locais “Jardins Proibidos” e “O Beijo do Escorpião”, que são exibidas pela TVI e tiveram 11,1 e 10,7 pontos respectivamente.

Vale lembrar que Portugal é o país em que “Amor à Vida” acumula maior duração graças às técnicas de edição e à grade da SIC.

No Brasil, por exemplo, a trama se encerrou com oito meses. Outros países, que adquirem a produção sob o título de “Rastros de Mentiras”, estão recebendo a versão compacta, com apenas 160 capítulos. Caso exibidos de segunda a sábado, a trama duraria pouco mais de seis meses – menos da metade do que é visto em Portugal.

Horário Político bate “Vitória” e tem o dobro do Ibope de “Plano Alto”

Horário Político bate "Vitória" e tem o dobro do Ibope de "Plano Alto"O último dia de exibição do Horário Político foi marcado por fatos ainda mais curiosos quanto ao seu desempenho em audiência.

Na Record, por exemplo, os dois blocos de 50 minutos destinados à propaganda partidária tiveram índices superiores às maiores apostas da casa: a novela “Vitória” e a série “Plano Alto”.

O Horário Político vespertino, exibido entre 13h e 13h50, teve 5,7 pontos de média e empatou tecnicamente com a Globo, que alcançou 5,9, na liderança. Já o segundo bloco, de 20h30 às 21h20, fechou com 6,3 pontos.

“Vitória”, por sua vez, amargou 5,4 pontos. Já o terceiro episódio de “Plano Alto” foi ainda pior e teve apenas 3 pontos – 1 a menos que o segundo episódio e 2 a menos que na estreia.

Esses índices são consolidados e são baseados na preferência de um grupo de telespectadores da Grande São Paulo.

Dublê de ‘Jogos vorazes’ morre ao fazer salto de prédio

Um dublê norte-americano, que trabalhou no filme “Jogos vorazes: em chamas”, morreu ao cair de um prédio, na manhã da última quinta-feira, em Lisboa, capital de Portugal. Carlos Lopez, de 25 anos, estava em um apartamento no quarto andar de um prédio, quando tentou o desafio de parkour de saltar até a varanda do edifício em frente. A manobra não deu certo. As informações são do jornal The Mirror.

“Eu nunca vi tanto sangue. Eu acordei com o barulho, fui até a janela e vi o rapaz caído no chão, num pátio que dividimos com o hotel onde ele estava”, contou uma vizinha, identificada como Natercia Gama, de 77 anos.

Lopez estava acompanhado da namorada, que pode ter testemunhado o acidente. A jovem não foi identificada e ainda não se pronunciou sobre a morte do companheiro.

Carlos Lopez
Carlos Lopez Foto: Reprodução / Facebook

O rapaz, que foi dublê em filmes como “Invasão à Casa Branca” (2013), “Anjos da Lei 2” (2014) e no recente “As tartarugas ninjas” (2014), sabia lutar boxe, MMA, Muay Thai e Taekwondo, além de ser praticante de parkour, um esporte reconhecido cujo objetivo é se mover de um lugar a outro o mais rápido possível, usando basicamente habilidades do corpo, como saltos e piruetas. Lopez era natural da Carolina do Norte, nos EUA

Eleições 2014: Especialista analisa a linguagem corporal dos candidatos no último debate

No último debate entre os presidenciáveis, nesta quinta-feira, na Globo, os candidatos se esforçaram para conquistar os eleitores com argumentos e promessas montados em discursos pré-elaborados. Mas, além do que foi dito em palavras, o que será que eles deixaram transparecer na postura, no tom de voz e nos gestos? O EXTRA convidou um especialista em linguagem corporal para analisar o desempenho dos sete participantes. Paulo Sergio de Camargo, autor dos livros “Não minta para mim! Psicologia da Mentira e Linguagem corporal” e “Linguagem Corporal”, observou o esgotamento dos políticos com o fim da campanha e traçou um perfil deles. Veja a seguir:

Dilma melhorou durante o debate, segundo especialista
Dilma melhorou durante o debate, segundo especialista Foto: Marcelo Carnaval / O Globo

Dilma Rouseff

– Melhorou seu desempenho, quando se trata de linguagem corporal, ao longo do programa.

– Ela começou muito insegura e chegou a gaguejar no primeiro bloco. Estava muito tensa e preocupada. O que mais impressionou foram os gestos de agressividade quando ela atacava a Marina, que não parecia uma adversária, mas uma inimiga

– A Dilma ergue o queixo, o que passa uma imagem de arrogância.

Marina Silva mostrou cansaço
Marina Silva mostrou cansaço Foto: Marcelo Carnaval / O Globo

Marina Silva

– Foi quem aparentou mais desgaste, com a expressão facial e o andar cansados e abatidos. Ela demonstrou que a campanha foi muito pesada para ela, e que os ataques que ela sofreu a atingiram.

– Marina abaixava o queixo e a cabeça ao falar, o que demonstra um excesso de humildade e subserviência.

Aécio se destacou no quesito linguagem corporal, de acordo com especialista
Aécio se destacou no quesito linguagem corporal, de acordo com especialista Foto: Marcelo Carnaval / O Globo

Aécio Neves

– Foi o que passou mais segurança. Ele não gaguejou e demonstrava convicção em suas respostas. Em termos de linguagem corporal, ele foi o melhor candidato ontem.

– Ele falava com o queixo na horizontal, falando diretamente com os candidatos e falava com o polegar erguido, que mostra vitalidade e energia.

– O Aécio deixava o rosto reto, demonstra mais equilíbrio.

Levy Fidelix demonstrou nervosismo durante o último debate
Levy Fidelix demonstrou nervosismo durante o último debate Foto: Marcelo Carnaval / O Globo

Levy Fidelix

– Criticado pelos oponentes, aparentava estar extremamente tenso durante todo o programa

– Ele estava muito nervoso, e seu corpo mostrava isso. Entre as sobrancelhas aparece uma ruga vertical. É a ruga da dificuldade. A mandíbula ficava tensa, e ele respirava mais fundo. As bufadas que ele dava demonstrava que ele estava ganhando energia, pronto para atacar. Apontar o dedo, como ele fez, é um sinal de acusação, de agressividade, usado para acusar alguém.

Luciana Genro disfarçou as emoções
Luciana Genro disfarçou as emoções Foto: Marcelo Carnaval / O Globo

Luciana Genro

– Era a que menos expressava emoção pelos gestos e entonação.

– Em alguns momentos de nervosismo, a voz dela ficava mais aguda. Isso se torna até mesmo irritante em alguns momentos.

Eduardo Jorge: contradições entre postura e discurso
Eduardo Jorge: contradições entre postura e discurso Foto: Marcelo Carnaval / O Globo

Eduardo Jorge

– Ele foi “entregue” pela sua linguagem corporal:

– Ele é exagerado e não coordena o que fala com o seu corpo. Tem horas que o corpo demonstra algo diferente do discurso que ele está fazendo.

Pastor Everaldo parecia o mais inseguro no debate
Pastor Everaldo parecia o mais inseguro no debate Foto: Ivo Gonzalez / O Globo

Pastor Everaldo

– Parecia muito inseguro, muito perdido.

Candidatos não sabem usar a linguagem corporal para conquistar eleitores como deveriam
Candidatos não sabem usar a linguagem corporal para conquistar eleitores como deveriam Foto: Marcelo Carnaval / O Globo

O que eles precisam aprender

— Os candidatos ainda precisam aprender lições importantes para a usar o corpo a seu favor em aparições públicas. No geral, eles foram bem mal educados, em termos de linguagem corporal. Quando os candidatos faziam perguntas, eles faziam caras e bocas, olhavam seus papeis e não davam a mínima atenção. Era como se o oponente nem estivesse ali.

— Os candidatos também apontavam o dedo, o que é um sinal mal educado em várias culturas. Dilma, Marina, Aécio, Levy e Luciana fizeram isso ontem.

— Eles deveriam sorrir. mesmo sendo uma situação tensa, eles deveriam sorrir quando se dirigiam ao público. O sorriso é uma arma de comunicação muito poderosa, gera muita empatia.

Barack Obama sabe usar a linguagem corporal: a palma da mão voltada para o público passa uma sensação de sinceridade
Barack Obama sabe usar a linguagem corporal: a palma da mão voltada para o público passa uma sensação de sinceridade Foto: Pablo Martinez Monsivais / AP

Fica a dica

— Os candidatos avançaram em relação a outros debates, mas os políticos brasileiros não dão importância à linguagem corporal.

— A Dilma e a Marina fizeram gestos obscenos em outros debates.

— Nos Estados Unidos, os candidatos passam por treinamentos de linguagem corporal e oratória.

— O melhor exemplo é o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Ele sabe como sorrir, olhar para as pessoas, usar a voz dele e colocar pausas nas frases. Ele costuma esticar a mão com a palma aberta voltada para as pessoas, o que indica sinceridade. Ele sabe disso porque foi muito bem treinado.

William Bonner foi elogiado pelo especialista em linguagem corporal
William Bonner foi elogiado pelo especialista em linguagem corporal Foto: Fernando Frazão / Agência O Globo

O melhor do debate (não foi nenhum dos candidatos)

— Quem mais soube usar as técnicas de linguagem corporal durante o debate na TV Globo foi o apresentador, o jornalista William Bonner.

— Ele demonstrou experiência em linguagem corporal. Ele não tentou aparecer mais do que os candidatos, o que aconteceu em outros debates. Existem apresentadores que influenciam o debate, mas ele demonstrou ser neutro e foi tranquilo mesmo nos momentos mais tensos.

— Seu rosto não entregava sua opinião sobre os candidatos.

Record supera o SBT com quatro jornalísticos; confira os números

fala

Carro-chefe, o jornalismo voltou a dar alegrias à Record nesta quinta-feira (02), quando quatro informativos registraram a vice-liderança isolada, a começar pelo “São Paulo no Ar”, que teve vantagem de 50% contra o SBT.

O matinal cravou 6 pontos de média com pico de 7 e, durante sua faixa de exibição, o “São Paulo no Ar” conquistou a preferência de 24% dos televisores ligados.

Logo depois, o “Fala Brasil” ampliou a vantagem e superou o canal de Silvio Santos em 66%. A média foi de 6 pontos, com pico de 7 e share de 22%.

À tarde, foram vice-líderes isolados o “Balanço Geral” (7 pontos de média) e o policialesco “Cidade Alerta” (9 pontos).

Autor de “Plano Alto” diz que Record sofre preconceito e dispara: “É dura a luta fora da Globo”

Marcílio Moraes desabafou contra a mídia

Autor de “Plano Alto”, série que estreia na noite desta terça-feira (30), Marcílio Moraes utilizou seu perfil no Facebook para desabafar acerca do que classifica de ‘preconceito’ contra a Record.

Numa postagem em que dizia por que havia se manifestado sobre uma crítica publicada por um colunista antes mesmo da série estrear, Marcílio afirmou ser seu dever rechaçar ataques e criticou o espaço dado pela mídia às atrações de sua atual emissora. “Os programas da Record têm vinte vezes menos espaço na mídia que os da Globo (já contei)”, escreveu o autor.

“O preconceito contra a emissora grassa até mesmo entre a classe artística, apesar da abertura do mercado de trabalho que ela representa. Geralmente, não se faz distinção: qualquer programa da Record é estigmatizado como porcaria”, disparou Marcílio.

O dramaturgo ainda exaltou a qualidade de “Plano Alto”, classificando-a como ‘sofisticada’. “‘Plano Alto’ é altamente sofisticada, tanto no texto como na realização. Sendo assim, eu tenho que rebater, do jeito que estiver ao meu alcance, a acusação de que se trata de uma obra panfletária”.

Moraes ainda encerrou seu pronunciamento com uma frase emblemática: “Na TV brasileira, acreditem, é dura a luta fora da Globo”.

Prestes a estrear na Record, Gugu pode estar negociando com o SBT

Gugu pode voltar ao SBT após curta passagem pela Record

Longe da TV há mais de um ano, Gugu já prepara seu novo programa na Record, mas pode, numa manobra surpreendente, estar articulando seu retorno ao SBT.

Segundo o “NTV”, o apresentador pretende cumprir seu curto contrato com a emissora de Edir Macedo, na qual apresentará um game show no primeiro semestre do ano que vem, mas pode ir para o SBT logo após o fim deste vínculo.

Gugu estaria negociando com Silvio Santos um esquema de sociedade, no qual o SBT e o animador dividissem os custos e lucros de sua nova atração, que iria ao ar nas noites de sábado.

Fortes mágoas, porém, estão atrapalhando as negociações. Daniela Beyruti, filha de Silvio, não aceita voltar a trabalhar com Homero Salles, diretor e amigo pessoal de Gugu, com quem teve um forte desentendimento em 2009.

Globo acredita que “Dupla Identidade” será sucesso internacional

Uma das principais apostas da Globo para o segundo semestre deste ano, a série “Dupla Identidade” mal estreou, mas já desperta grandes expectativas por parte da emissora.

De acordo com o colunista Flávio Ricco, a Globo está confiante no êxito internacional da série e pretende expô-la nas próximas feiras internacionais de televisão como um de seus principais produtos. Glória Perez, autora de “Dupla Identidade”, possui em seu histórico produções que fizeram sucesso em inúmeros países do mundo, como “O Clone” e “América”.

Estrelada por Bruno Gagliasso e Débora Falabella, “Dupla Identidade” vai ao ar nos fins de noite de sexta-feira e conta a história de um serial killer que se disfarça sob a identidade de um rapaz gentil e pacífico.

“Politicamente Incorreto” eleva audiência da Fox e FX

Gentili estrela "Politicamente Incorreto"

Grande aposta do Grupo Fox para o segundo semestre deste ano, Danilo Gentili está repetindo na TV por assinatura os bons índices de audiência que obtém no SBT.

De acordo com dados divulgados pela colunista Keila Jimenez, a série “Politicamente Incorreto” foi a estreia de maior audiência do canal FX em 2014 e a segunda melhor estreia nacional da Fox neste ano. Além dos bons índices, a produção também chegou a ser um dos assuntos mais comentados das redes sociais.

Estrelada por Gentili, “Politicamente Incorreto” acompanha a trajetória do parlamentar Atílio Pereira, personificação dos males da política nacional. A série vai ao ar nas noites de segunda-feira às 20h30 e, numa ironia proposital, concorre diretamente com o horário eleitoral gratuito.

“A Vida da Gente” entra para o ranking das novelas mais exportadas pela Globo

"A Vida da Gente" foi vendida para 98 países

Exibida pela Globo em 2011, “A Vida da Gente” se tornou, ao lado de “Avenida Brasil”, um dos maiores sucessos de exportações da emissora nos últimos anos. De acordo com o jornal “O Estado de S. Paulo”, a trama de Lícia Manzo foi licenciada para 98 países.

O enredo superou grandes sucessos comerciais da Globo, como “Terra Nostra” (95), “O Clone” (91), “Caminho das Índias” (90) e “Escrava Isaura” (79), e fica atrás apenas de “Avenida Brasil” (130) e “Da Cor do Pecado” (100). Só nos últimos meses, o folhetim foi licenciado para a Fox (Holanda), Guatevisón (Guatemala) e TDM canais (Macau).

Em países da América Latina, como Uruguai, Equador, Peru e Chile, “A Vida da Gente” liderou a audiência.

“No tempo da Besteira” vale a pena assistir?

Certa vez, durante minha rotina de trabalho normal havia uma movimentação nas ruas e eu avistei de longe um pessoal que trazia gravado na sua camisa a seguinte frase ‘’NO TEMPO DA BESTEIRA’’, um senhor entrou no estabelecimento onde eu trabalhava e me comprimento e se apresentou, tirou da bolsa um DVD em uma embalagem de plástico e com uma capa engraçada.

Ele me ofereceu o DVD por um valor simbólico e resolvi aceitar a proposta, disse que o filme era gravado no Maranhão com atores da Terra!

Logo eu que nem sou tanto apegado ao Humor, onde o filme que fez tanto sucesso como o “Ai que vida” nem me fez ri e sim sentir vergonha alheia. Dizer isso pode ate parecer maldade mais e minha humilde opinião.

No tempo da besteira traz uma historia de um “Cristão” que é atrapalhado e faz coisas “imbecis” que ao longo da narrativa se apaixona. E só.

Especial “Sintonize” já tem data de exibição na Globo

Fernanda Paes Leme será a apresentadora do especial deste ano

Às voltas com a programação de fim de ano, a Globo já definiu a data de exibição do especial “Sintonize”, atração que transmite o festival de música sertaneja Villa Mix.

A festa foi gravada no domingo passado, em Goiânia, e vai ao ar no dia 14 de dezembro, com a apresentação de Fernanda Paes Leme, de acordo com o colunista Flávio Ricco. No ano passado o “Sintonize” teve como apresentador o ator Murilo Rosa.

Entre os artistas que participarão do especial este ano, estão os cantores Luan Santana, Jorge e Mateus, Zezé di Camargo e Luciano e Gusttavo Lima. A direção é de Luiz Gleiser.

Globo faz pesquisa para medir popularidade de nova apresentadora do “Fantástico”

Poliana Abritta assume o "Fantástico" a partir de novembro

Mesmo tendo participado de algumas edições do “Jornal da Globo” e do rodízio do “Jornal Hoje” aos sábados, a Globo assume que a nova apresentadora do “Fantástico” não é conhecida do grande público.

Poliana Abritta, que também esteve à frente de duas temporadas do “Globo Mar”, foi escolhida pela direção da emissora carioca para assumir o “show da vida”, no posto de Renata Vasconcellos, que entrará no lugar de Patrícia Poeta no “Jornal Nacional”.

De acordo com a coluna “Outro Canal”, do jornal “Folha de S.Paulo”, a Globo realizou pesquisas internas que revelaram que Poliana é tão conhecida quanto era Poeta, quando assumiu o programa em 2008.

Abritta estreia na revista eletrônica em novembro, sem oportunidade de passar por outros programas para se tornar conhecida do público. Antes disso, Poliana terá apenas uma apresentação no próprio “Fantástico”.