Ex-panicat se irrita com Bruna Marquezine, pois estava investindo em Neymar

carol belli panicat Ex panicat se irrita com Bruna Marquezine, pois estava investindo em Neymar

Carol Belli está desolada (Foto: Reprodução/Twitter)

Carol Belli está inconformada que Neymar assumiu namoro com Bruna Marquezine. Ela estava com esperanças de que seria ela a ficar com o posto, acredita?

A ex-panicat confessou a amigas mais íntimas que estava investindo pesado no jogador.

Conversava até altas horas da madrugada com ele pela internet, chegou a frequentar festinhas no barco do menino no Guarujá etc.

E, quando a moça menos esperava, ele transformou a global Bruna em sua namorada oficial.

Neymar chegou a comentar por aí que nunca assumiria uma panicat. Por que será?

Enquanto isso, durante esse tempo de investimento no rico e famoso jogador, Carol continuou saindo com Bolinha, do Pânico. Tadinho!!!

A assessoria da loira afirmou que ela não fala de sua vida pessoal (super discreta, né?). Carolzinha pode espernear à vontade, desmentir essa nota quanto quiser, mas que rolou, rolou…

Kelly Key é condenada pela Justiça Federal

kellykey (1)

Kelly Key caiu na malha fina do “Leão”. Segundo o jornal Extra, a cantora foi condenada a pagar R$ 23.483,27 de dívida tributária do Imposto de Renda. O débito é relativo a prestações de contas dos anos de 2005 a 2007.

De acordo com a decisão da Justiça Federal, se Kelly não acertar as contas com a Receita terá os bens penhorados. A cantora tem o prazo de cinco dias para cumprir o pagamento, que pode ser parcelado. Se houver penhora de imóvel, o marido da cantora também deve ser intimado.

A assessoria de imprensa da cantora admitiu ao jornal Extra a dívida com o fisco. Segundo a nota enviada, ocorreu um erro do contador contratado por Kelly Key, que já foi dispensado. “O novo (atual) contador já entrou em contato com a Justiça e já estão resolvendo o devido pagamento”, informa ainda a nota.

Com a ajuda de Mustafá e Zyah, Morena fugirá para a Capadócia

Nanda Costa em cena: Morena fugirá com ajuda de Mustafá (Foto: Reprodução)

Nos próximos capítulos de “Salve Jorge”, Morena, personagem de Nanda Costa na novela das 21h, conseguirá fugir para a Capadócia com a ajuda de Mustafá (Antonio Calloni) e Zyah (Domingos Montagner).

Tudo começará quando Mustafá, brigado com Berna (Zezé Polessa), for à boate de Irina (Vera Fischer) para se distrair. Será lá que, num encontro arranjado pelos organizados do local, ele conhecerá Morena. Mas, quando estiverem sozinhos, em vez de transar com a garota, o turco irá abrir seu coração para a filha de Lucimar (Dira Paes), contando os problemas que vem enfrentando em seu casamento. Em um momento de cumplicidade, ela pedirá que o comerciante pague a sua dívida de US$ 12 mil com os donos da boate e, com isso, compre sua liberdade.

Mustafá sairá de lá comovido com o apelo de Morena e pedirá que Zyah volte ao local e pergunte se a moça está mesmo à venda. Russo (Adriano Garib) dirá ao guia que sim, que se ele estiver interessado, poderá “comprar” Morena.

Ao ouvir o relato do guia turístico, Mustafá ficará ainda mais chocado com o drama da brasileira, uma moça de idade semelhante à de sua filha, Aisha (Dani Moreno), e decidirá ajudá-la.
Zyah vai tratar de tudo com Russo, sem que Morena saiba de nada. No dia de sua “entrega”, a jovem entrará em pânico, achando que o capanga de Lívia (Claudia Raia) está levando-a para fazer um aborto.

Quando eles estiverem na rua, a explosão de uma bomba – que nada tem a ver com a quadrilha de tráfico humano – será a oportunidade perfeita para Morena fugir. Ela conseguirá despistar Russo e sairá correndo pelas ruas de Istambul.

Esperta, Morena deixará seus pertences junto ao corpo de uma menina morta na explosão, o que levará os comparsas de Lívia a acreditarem que ela está morta. Por sorte, em sua peregrinação pelas ruas de Istambul, a moça acabará esbarrando com Zyah, que a reconhecerá de imediato.

O guia, junto com Mustafá, decidirá levar Morena para a Capadócia, onde ela ficará escondida até que o comerciante entre em contato com as autoridades brasileiras e consiga trazê-la de volta ao país em segurança.