Carolina Dieckmann deixa de ser antipática e vira heroína

Opinião do público sobre a atriz mudou em questão de horas

 carolinaDivulgação/Globo

Carolina Dieckmann foi chantageada no caso do vazamento de suas fotos íntimas

As fotos vazaram e a loucura na internet começou em segundos. A maioria das reações no Twitter era de gente fazendo piada, tirando sarro, entre outros comentários jocosos. Claro. Afinal, Carolina Dieckmann sempre teve a fama de ser uma atriz difícil, temperamental, encrenqueira e antipática. Ela teve uma briga grande com o Pânico há alguns anos e isso ajudou a criar esta imagem.

Fotos dela nua circulando livremente pela internet não poderiam causar um efeito diferente nas pessoas. O jeito era zoar mesmo a global exposta na rede. Mesmo porque tinha gente achando que a própria atriz poderia ter vazado as imagens e tal exibicionismo não poderia passar batido. Ela tinha de virar motivo de chacota, oras. Afinal, por que não? Ela é bonita, deve ganhar bem, é famosa e ainda quer aparecer sem roupa mostrando um belo corpo? Ah, não!

Mas menos de um dia depois todo mundo ficou sabendo que Carolina havia sido (ou teria sido, até se provar)chantageada por gente que roubou suas fotos íntimas. O jogo virou na hora. De arrogante, Carol passou a heroína. Praticamente não se ouve mais ninguém fazendo piadinhas sobre o caso porque, no fim das contas, ela foi vítima de um crime. É como um caso de novela, na qual ela começa como vilã e vira boazinha no fim. Aconteceu com ela própria em Fina Estampa, lembra?

É engraçado como as coisas mudam rapidamente. Muita gente que estava xingando a global, passou a dar força para ela num piscar de olhos. Carolina virou praticamente uma mártir destes tempos de loucuras em redes sociais. O lado bom disso é que daqui a pouco surge uma outra polêmica, vazam fotos de mais um famoso, alguém diz uma bobagem e todo mundo se esquece das tais imagens, mesmo que nada seja provado. É só esperar para ver.

Caso Carolina Dickman: atriz deixa delegacia após 7 horas de esclarecimentos

Carolina Dieckman chegou hoje cedo por volta das 9 horas a Delegacia da Repressão aos Crimes da Informática (DRCI) no Rio de Janeiro para prestar depoimentos sobre o vazamento de suas fotos íntimas na internet, que aconteceu na última sexta (4).

A atriz que ficou 7 horas prestando esclarecimentos, saiu da delegacia por volta das 16 horas e preferiu não falar com a imprensa que aguardava em frente do prédio do distrito policial, ela somente mandou um beijo já dentro do carro. Dickman estava acompanhada de seu marido, Tiago Worcman, do advogado Antonio Carlos de Almeida Castro e de um técnico de informática chamado Marcos.

Durante sua saída, Antonio Carlos disse que Carolina está “está agindo com muita dignidade” e que as fotos “eram para a intimidade do casal”.

Segundo o advogado, a atriz começou a ser chantageada há duas semanas, quando teve as fotos furtadas de seu computador.

Ele garantiu que Dieckmann buscou ajuda de amigos da área de segurança assim que começou a sofrer a tentativa de extorsão. O advogado explicou que Carolina foi orientada a armar um flagrante para chegar até o autor da chantagem. Ela chegou a trocar cinco emails com o chantagista, além de telefonemas.

“O negócio agora é deixar que a polícia técnica tome o rumo das investigações. Estamos preservando as informações para não atrapalhar as investigações. Mas tenho convicção que chegaremos ao criminoso”, afirmou Antonio Carlos Almeida Castro à imprensa, na saída da delegacia. “Nenhum portal sério soltou as fotos, houve a divulgação dos fatos, que é um direito, mas das fotos, não”, frisou ele.

O advogado ainda confirmou que dois sites, hospedados nos Estados Unidos e Inglaterra, já retiraram as imagens do ar assim que foram notificados. Também foi enviada uma notificação ao Google para que as fotos sejam retiradas do sistema de busca. A empresa analisa o pedido, mas afirmou que os acessos às imagens não serão permitidos.

O chantagista pode responder pelos crimes de extorsão, difamação e furto.

Tv Foco