“Vidas em Jogo” termina hoje; autora faz balanço da novela

"Vidas em Jogo" termina hoje; autora faz balanço da novela

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120409145156.jpg

Vai ao ar nesta segunda-feira (09), logo mais às 22h15, o último capítulo de “Vidas em Jogo” na Record. A novela é a quarta de Cristianne Fridman desde que chegou à emissora, há aproximadamente oito anos, e a segunda totalmente solo.

“Vidas em Jogo” contou com 243 capítulos e é a terceira novela mais longa da dramaturgia da emissora paulista. O folhetim perde apenas para “Chamas da Vida”, que também é de autoria de Fridman, com 253 capítulos, e de “Ribeirão do Tempo”, de Marcílio Moraes, que se encerrou com 250. “Rebelde” e “Os Mutantes”, devido ao fato de terem se dividido por temporadas, não se incluem nesta contagem – mas caso fossem, a primeira teria ultrapassado os 280 e a segunda os 600 capítulos.


Turma do Bolão reunida: vida dos amigos muda completamente após se tornarem milionários
Divulgação/TV Record

O pano de fundo da história de “Vidas em Jogo” foi a reviravolta nas vidas de dez amigos que da noite para o dia se tornaram donos de uma fortuna de R$ 10 milhões – e com direito a outros R$ 10 milhões caso cumprissem missões previamente determinadas. A ambição, os gastos exagerados, as mudanças de comportamento e as tentativas de driblar uma vilã, que almejava toda esta fortuna para garantir a sobrevivência de sua empresa e do bem estar de suas filhas, foram algumas das histórias criadas por Cristianne Fridman no decorrer destes últimos doze meses.

Apesar de contar com várias cenas de ação, perseguição, mortes, explosões e sequestros, “Vidas em Jogo” também trabalhou com vários outros temas e assuntos polêmicos. A AIDS, a forma de contágio, a diferença desta com o vírus do HIV, por exemplo, foi uma história trabalhada com os personagens Cleber (Sandro Rocha), Regina (Beth Goulart) e Andrea (Simone Spoladore).


Augusta (Denise Del Vecchio) surpreendeu a todos ao se revelar transexual; polêmica quanto ao preconceito foi um dos assuntos discutidos
Divulgação/TV Record

Os rumos de Wellington (Rick Tavares), um jogador em ascensão e que caiu nas drogas pelo uso do crack, também foi abordado. A discussão do preconceito com transexuais, na figura de Augusta (Denise Del Vecchio); a traição em um casal (Severino, de Paulo César Grande, e Divina, de Vanessa Gerbelli); um triângulo amoroso adolescente, com Daniel (Guilherme Prates), Cacau (Marcela Barrozo) e Wellington (Rick Tavares) e a inserção de jovens sem perspectiva ou em meio ao tráfico de drogas no futebol (com Paulinho, de Sérgio Malheiros, e Sandro, de Breno Guedes) foram outros dos assuntos que foram tratados neste tempo.

Na Telinha

Enquete: Quanto Marcará “Mascaras” Em Sua Estreia

logo_mascaras

Novela: Homens armados entram na delegacia e rendem policiais em “Vidas em Jogo”

Patrícia se nega a acompanhar Regina durante a fuga. Dila se disfarça e entra na delegacia acompanhada por um homem. Ela arma um escândalo e atrai a atenção dos policiais, que são obrigados a segurá-la. Sete homens entram na delegacia, armados, e rendem todos os policiais. Alguns deles vão em direção a cela de Regina. Emocionada, Patrícia diz que não vai fugir. Antes que Regina vá embora, as duas se abraçam. Na porta da delegacia, Regina fica paralisada e pede que todos esperem. Ela volta para a cela e diz a Patrícia que nunca vai abandoná-la. As duas se abraçam chorando bastante. Exausto, Carlos circula pela cracolândia. Levando uma foto de Welligton, ele pergunta às pessoas se alguém viu o filho adotivo. Rita entra no quarto de Miguel e o observa dormindo. Muito séria, ela estica as mãos em direção ao bebê bem lentamente. Quando está bem próxima, Miguel acorda chorando e Francisco entra no quarto. Ele percebe que o filho está com fome e também precisa trocar as fraldas. O milionário sai para buscar a mamadeira e deixa Miguel sozinho com Rita. Atraída pelo choro, Nelize entra no quarto. Ela é firme e pede que a dançarina desça para ajudar Francisco. Quando fica sozinha, a mãe adotiva de Edmundo e Marcolino diz ao bebê que vai protegê-lo. Raimundo acompanha Juliana em mais uma visita a clínica em que Lucas está internado. Francisco fica sabendo o que aconteceu na delegacia e não entende por que Regina desistiu da fuga. Ao descobrir que seus irmãos foram visitar Patrícia, ele decide ir até a delegacia para repreendê-los. Francisco adentra a sala em que Edmundo e Marcolino conversam com Patrícia. Furioso, ele começa a acusar a filha de Regina e exige que seus irmãos vão embora. Os dois se negam a acompanhá-lo. Irritado, ele sai batendo a porta. Adalberto discute com Rita e a culpa pela morte de Firmina. Ele afirma que é mais esperto do que parece e a dançarina fica com medo. Ela chora, mas Adalberto não se comove. Depois que Adalberto vai embora, ela desfaz o choro e diz a si mesma que o ex-mecânico não deve possuir prova alguma. Falsa, ela começa a chorar novamente e liga para Zizi. Rita afirma que foi acusada injustamente pelo próprio pai. Depois de uma conversa rápida, ela desliga o telefone. Irritada, Zizi diz a Guilherme que essa foi a gota d’água. Raimundo e Juliana visitam Lucas novamente. Perturbado, ele afirma que precisa sair para capturar Carlos e Regina. Lucas se descontrola e Juliana acaba deixando seu celular cair em cima da cama. Raimundo ajuda a contê-lo e decide ir embora com a jovem.

“Vidas em Jogo”: Confira quem deverá ser o Assassino do Bolão

https://i1.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120403142950.jpg

Severino pode ser o serial killer de “Vidas em Jogo” – Divulgação/Record
Com “Vidas em Jogo” chegando ao fim na Record, crescem as suspeitas e as expectativas em relação ao Assasino do Bolão, que foi responsável pela morte de cinco dos dez membros do Bolão da Amizade.
 
No decorrer de quase um ano de novela, Andréa (Simone Spoladore), Jorge (Sacha Bali), Ivan (Silvio Guindade), Belmiro (Ricardo Petraglia) e Augusta (Denise del Vecchio) foram brutalmente assassinados. O responsável destas mortes, que tem sua identidade guardada em segredo, seria Severino (Paulo César Grande).
 
Severino é o integrante do Bolão que tem a mais fácil de todas as missões. O único objetivo que teria que alcançar no decorrer do ano, para assim colocar as mãos na outra metade do prêmio, era tirar férias – o que não conseguiu fazer em momento algum e objetivo que se tornou ainda mais distante quando seu restaurante explodiu por uma armadilha de Ivan.
Sabe-se, desde então, que Adalberto (Luiz Guilherme) é o comparsa do Assassino do Bolão. Sendo ele Severino, poderá ser deduzido que a aproximação entre os dois se deu graças a esta afinidade. Severino empregou Adalberto em seu restaurante mesmo após todas as vilanias que o mecânico se envolveu no passado.
 
Não se pode confirmar que Severino realmente é o Assassino do Bolão. Há alguns dias circularam rumores no RecNov de que Cristianne Fridman teria preparado um desfecho falso e um outro verdadeiro, que estaria acessível apenas ao diretor-geral Alexandre Avancini.
 
O fim deste e de outros mistérios de “Vidas em Jogo” serão descobertos na próxima segunda-feira (09), quando a trama de Cristianne Fridman chega ao fim.
 Na Telinha

Raul Gazolla é o ex-policial Evaldo Fael em Máscaras

Agora trabalhando como detetive particular, Vado vai se apaixonar por Yara

Michel Ângelo/Record

Michel Ângelo/Record

Em Máscaras, Evaldo Fael (Raul Gazolla) também conhecido como Vado é casado com Nair (Eliete Cigaarini) e tem dois filhos: Letícia (Louise D´Tuani) e Marco Antônio (Jean Fercondini).

De classe média, o ex-policial trabalhou em uma empresa de segurança e inicia nova vida como detetive particular. Quando se apaixona por Yara (Livia Rossy), Vado decide deixar Nair para se casar com a jovem.

A novela aborda o tema da busca de outras identidades: um herói vai “vestir” a máscara de vilão e um vilão “veste” a máscara de herói.

Um jogo de espelhos. Um dos personagens, Otávio (Fernando Pavão) levará essa experiência às últimas consequências e viverá essa transformação de forma radical.

Trocará de identidade com um homem que, aproveitando um momento de profunda depressão, tenta induzi-lo ao suicídio e acaba morrendo nessa tentativa.

Máscaras tem previsão de estreia para abril, direção geral de Ignácio Coqueiro e é escrita por Lauro César Muniz.

Fique ligado nos destaques da @tvrecord!

Conheça outros personagens:

Heitor Martinez é o misterioso Martim Salles

A atriz Miriam Freeland é Maria Benaro

Fernando Pavão é o protagonista da novela Máscaras

Personagem de Paloma Duarte em Máscaras não terá seu nome revelado

Petrônio Gontijo interpreta o psiquiatra Décio Navarro

Atriz Giselle Itié interpreta a envolvente garota de programa Manuela Marin

Atriz Júlia Maggessi é Luciana Anselmi em Máscaras

Flavia Monteiro é a engenheira naval Eneida Bastos